Você está no Correio Online

Você está no Correio Online

Um mês após estreia, Guerrero assume protagonismo no Inter e busca 100º gol por clubes no Brasil

Compartilhe:

Paolo Guerrero ainda escreve as primeiras linhas de sua história pelo Inter, um mês após sua badalada estreia pelo clube. E o faz com a efetividade tão esperada pelos colorados desde sua contratação, em meados de 2018. Livre do drama da suspensão por doping, o centroavante já marcou quatro gols em sete jogos e se aproxima de uma marca emblemática na carreira.

Guerrero lembra período afastado: "Tive depressão"

O poder de fogo esbanjado na amostra inicial com a camisa colorada enche o torcedor de esperanças e deixa o peruano em vias de marcar seu 100º gol por um clube brasileiro. Até o momento, são 99 gols em oito temporadas seguidas no futebol tupiniquim.


Guerrero tentará romper a barreira dos três dígitos nesta terça-feira, às 21h30, contra o River Plate, no Monumental de Nuñez, pela última rodada da fase de grupos da Libertadores. Na partida anterior, o atacante – e o Inter – passou em branco na derrota por 1 a 0 para o Palmeiras.


– Me sinto muito honrado em buscar essa marca dentro de um futebol tão competitivo como o Brasileiro e estar em uma lista tão seleta de atletas. É um motivo de bastante orgulho ter jogado em grandes clubes, contribuir com gol e deixar meu nome marcado na história – diz o peruano, via assessoria de imprensa.


Guerrero por clubes no Brasil

Corinthians (2012-2015) - 52 gols em 126 jogos
Flamengo (2015-2018) - 43 gols em 112 jogos
Inter (2019) - 4 gols em 7 jogos


A arrancada com a camisa do Inter empolga e faz o 100º gol parecer questão de tempo. Desde sua estreia, Guerrero marcou metade dos oito gols anotados pela equipe em oito jogos.

O camisa 9 estreou pelo clube com gol na vitóira por 2 a 0 sobre o Caxias, em 6 de abril, pelo jogo da volta da semifinal do Gauchão, no Beira-Rio. Depois, ele marcou mais dois gols no triunfo por 3 a 2 sobre o Palestino e engatou seu melhor início por um clube no país.


O centroavante passou em branco nos dois Gre-Nais da final do Gauchão. Mas fez prevalecer a lei do ex e voltou a marcar sobre o Flamengo, seu antigo clube, na vitória do Inter por 2 a 1, no Beira-Rio, pela 2ª rodada do Brasileirão, em 1º de maio.



Guerrero marcou o gol do título do Corinthians sobre o Chelsea, em 2012 — Foto: Getty Images


Guerrero deixa a sua marca com protagonismo no futebol brasileiro desde bem antes de vestir a camisa do Inter. O peruano foi contratdo pelo Corinthians em 2012 e brilhou logo de cara com o gol do título Mundial, na vitória por 1 a 0 sobre o Chelsea.


Pelo Timão, foram 52 gols em 126 jogos entre 2012 e 2015. Depois, o peruano seguiu para o Flamengo. Na Gávea, manteve a efetividade, com 43 gols marcados em 112 jogos.


À beira de uma marca emblemática, o centroavante aguarda a definição de Odair para saber se estará em campo contra o River Plate, nesta terça-feira, às 21h30, no Monumental de Nuñez. O treinador encaminhará a equipe no treino desta segunda-feira, no Argentinos Juniors.


O certo é que o Inter terá ao menos três preservações. Edenílson, Patrick e D'Alessandro estão pendurados com dois cartões amarelos e ficarão fora da partida. Não à toa: a equipe já garantiu a primeira colocação do Grupo A.
Compartilhe:

Esporte

Geral

Comente esta notícia:

0 comentários: