quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Cânion do Poty pode ter maior sítio mundial com arte rupestre

Complexo Arqueológico de Gravuras Rupestres da Bebidinha está localizado no município de Buriti dos Montes, no Piauí


O Complexo Arqueológico de Gravuras Rupestres da Bebidinha, situado no Cânion do Poty no município de Buriti dos Montes, possui milhares de gravuras rupestres feitas em suas rochas. De acordo com o professor Wellington Lage, químico, jornalista e publicitário que realiza pesquisa de mestrado no local, tais vestígios gráficos podem lhe render o título de maior do mundo em incidência de gravuras rupestres em um mesmo local.


Fotos: Benedito Rubens

Professor Wellington acompanhado por uma equipe de quatro profissionais, realizou a primeira viagem de levantamento na região neste último fim de semana (24 a 26).

"Ainda não há um número exato pois realizamos apenas a primeira etapa do levantamento mas, um dos objetivos da pesquisa é provar que no Brasil e no mundo não existe um local com uma quantidade tão grande de gravuras na mesma localização", conta Wellington.


O local é tema de sua pesquisa de mestrado em antropologia e arqueologia, que visa também verificar a ocorrência e associações das gravuras, e depois fazer um quadro comparativo com o que já se conhece no Brasil. Orientado pela professora Doutora Ana Clélia Barradas Correia o tema do trabalho é: “As gravuras rupestres do sítio Bebidinha, Buriti dos Montes - Piauí: documentação, análise preliminar da linguagem visual e levantamento sobre o estado geral de conservação.”



De acordo com Wellington as gravuras encontradas nas rochas sofrem risco de serem apagadas, tanto através de agentes naturais, quanto pela ação humana, apesar de o local não ter fácil acesso e nem um grande número de visitantes.


"É um trabalho difícil pois o sítio fica as margens do rio Poty e é todo na rocha. Ficamos três dias acampados no local e não conseguimos concluir, pois são milhares de gravuras. Já estamos planejando a próxima viagem para a continuação do levantamento fotográfico em abril.", informou Wellington.



O trabalho de mestrado deve ser concluído até o fim de 2012, mas parte dos dados da pesquisa será apresentada previamente em julho, durante um congresso na Bolívia.

São Raimundo Nonato
O Complexo Arqueológico de Gravuras Rupestres da Bebidinha não supera o título de São Raimundo Nonato pois o sítio em questão pode ser o maior na presença de gravuras rupestres em uma mesma localização, enquanto o Parque Nacional da Serra da Capivara, é o maior em incidência de pinturas.

O Parque Nacional da Serra da Capivara foi reconhecido pela UNESCO como Patrimônio Cultural da Humanidade por abrigar o mais importante patrimônio pré-histórico das Américas e a maior quantidade de pinturas rupestres do mundo.

Fonte: www.cidadeverde.com    Reportagem: Rayldo Pereira

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário (buritidosmontes.com)